Eventos corporativos: Puerto Iguazú

A cidade argentina de Puerto Iguazú, situada junto da Tríplice Fronteira (em frente à Foz do Iguaçú/PR), está apostando no mercado brasileiro de eventos corporativos. De acordo com o jornal Gazeta do Povo, o Iguazu Convention Bureau esteve presente em um evento recente, na capital paranaense, para apresentar as grandes possibilidades da cidade neste campo.

Os argentinos investiram em um grande centro de eventos com 7.000 metros quadrados de área coberta (incluindo 55 salões) e a intenção é bem clara: fazer de Puerto Iguazú um dos principais destinos do turismo de congressos e negócios, não só do Paraná, mas de todo o Sudeste e Sul do Brasil.

A possibilidade extra dos cassinos

Como sempre, a continuada proibição dos jogos de cassino em território brasileiro segue jogando a favor de Puerto Iguazú (e de sua vizinha paraguaia Ciudad del Este). Os brasileiros só podem jogar no Cabaret Club e em outras plataformas eletrônicas de cassino, cujo acesso é legal por estarem baseadas fora do território brasileiro. Entretanto, havendo a possibilidade de levar os colegas, os clientes ou os parceiros a uma passagem especial e diferente por um verdadeiro cassino licenciado, porque não aproveitar as condições do lado de lá da fronteira?

77 estabelecimentos

Ainda segundo a Gazeta do Povo, Puerto Iguazú tem nesse momento 77 estabelecimentos de hotelaria prontos a receber os visitantes, o que significa uma formidável capacidade de hospedagem. No mais, a cidade e a região oferecem grandes possibilidades em restaurantes, turismo de natureza e também em provas de vinhos e queijos. Sem falar do óbvio: as Cataratas de Iguazú, que todo brasileiro deveria visitar pelo menos uma vez na vida.

Será que Foz do Iguaçú pode responder?

A cidade curitibana é o destino primeiro (ou último…) do brasileiro que pretende atravessar para o outro lado da fronteira. Sem a prometida liberação do jogo, fica difícil competir com os argentinos.